sábado, 16 de março de 2013

África do Sul mandará estudantes de medicina à Rússia


O Ministério da Saúde da África do Sul planeja enviar seus estudantes de medicina para treinar na Rússia, país onde a ex-Ministra da Saúde sul-africana, Manto Tshabalala-Msimang, estudou durante os anos do apartheid, tendo se formado pelo Primeiro Instituto Médico de Leningrado, em 1969. Agora, de acordo com um secretário de imprensa do governo, o atual ocupante do posto, Aaron Motsoaledi, pondera sobre a possibilidade de ampliar a geografia da formação dos alunos do país e incluir as instituições russas em seus currículos. 
Na África do Sul, as universidades formam uma média de 1.200 médicos, o que não corresponde aos planos nacionais de desenvolvimento para a saúde. Desde 1996, o país vem despachando alunos para treinamento em Cuba, mas entre outras complicações financeiras, existe o problema de que os alunos estudam em espanhol, e ao retornarem à África do Sul, têm que traduzir todo o vocabulário médico. Na Rússia, por outro lado, há a possibilidade de receber a educação completa já em inglês.
FONTE: DIÁRIO DA RÚSSIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário