terça-feira, 9 de abril de 2013

Governo de transição apresenta novos passaportes biométricos


O Governo de transição da Guiné-Bissau apresentou o novo passaporte biométrico, a ser produzido a partir de agora apenas no país e "com risco de falsificação mínimo", segundo os responsáveis. 
A apresentação do novo passaporte, "biométrico e policarbonato", foi feita na sede da INACEP- Imprensa Nacional, a empresa pública que vai fazer os novos documentos, na presença de quase todo o Governo de transição, chefias militares e representantes da comunidade internacional.  
O novo passaporte, nas palavras do Primeiro-ministro de transição, Rui de Barros, é uma forma de reafirmar a soberania do país e vai de encontro à política da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) de ter um passaporte comunitário.  
O novo passaporte será também feito na Guiné-Bissau, pela Imprensa Nacional, salientou Rui de Barros, segundo o qual os antigos passaportes eram feitos no exterior e o país perdia o controlo da produção e da emissão.  

FONTE: NOVAS DA GUINÉ BISSAU

2 comentários:

  1. Estou amando entrar neste blog, espero ter novidade para contar e dividir entre voces.
    Espero voltar sempre aqui.
    Ter not´cias e ao mesmo tempo compartilhar idéias com meu amigos africanos será sempre um grande prazer.
    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  2. Aguardo visita de um querido de Bissau, espero que logo ele esteja aqui, tão logo receba o passaporte novo.

    ResponderExcluir