domingo, 24 de novembro de 2013

África vem ao Brasil com força total

Seleções confirmam favoritismo e mostram o amadurecimento do futebol africano
Elas são experientes em Copas do Mundo e trazem na bagagem o sonho de figurar entre as melhores do planeta. Quatro das cinco seleções africanas que disputarão o mundial no Brasil são as melhores no ranking africano e todas elas já participaram de outras edições do campeonato.
Costa do Marfim, Gana, Argélia e Nigéria são as quatro melhores da África, de acordo com o ranking da FIFA. Camarões figura em 10º lugar, mas tem em seu favor a participação em seis Copas do Mundo. Os números positivos, aliados à crescente profissionalização do futebol africano, são promessas de bons resultados em terras brasileiras.

Últimas vagas preenchidas
Gana e Argélia garantiram as últimas vagas do continente para a Copa do Mundo do Brasil-2014, nesta terça-feira (19), juntando-se a Nigéria, Costa do Marfim e Camarões. Egito e de Burkina Faso foram eliminados.
As seleções classificadas são as mesmas que garantiram em campo suas vagas para a última Copa do Mundo, em 2010, na África do Sul, o que confirma o amadurecimento dessas equipes. Na ocasião, seis países do continente participaram da competição, já que a África do Sul foi a seleção anfitriã, classificada automaticamente.
Na primeira partida disputada nesta terça-feira, as ‘Estrelas Negras’ de Gana já entraram em campo praticamente classificadas, após massacrar o Egito em casa por 6 a 1 no jogo de ida. No Cairo, não houve milagre, mas os ‘Faraós’ tiveram o mérito de sair de campo de cabeça erguida, ao vencer por 2 a 1. A primeira grande chance da partida, no estádio 30 de Junho, foi de Rashid Sumaila para Gana, aos 7 minutos de jogo, mas o Egito abriu o placar com Amr Zaki, aproveitando um erro do goleiro Fatawu Dauda, aos 25 minutos.
No segundo tempo, Sulley Muntari quase empatou para os visitantes, mas os egípcios resistiram e continuaram pressionando em busca de uma vitória mais ampla, mas à medida que os minutos passavam, as chances de classificação desapareciam. Aos 39 minutos, Gedo aumentou o placar para 2 a 0, mas o Egito ainda precisava de outros três gols para ficar com a vaga.
Não se sentindo ameaçada em relação à classificação para o mundial, a seleção ganense ainda marcou um gol com Kevin-Prince Boateng, no último minuto do jogo, garantindo a terceira participação em Copa de sua história, após estrear em Mundiais na Alemanha em 2006 e voltar na África do Sul em 2010. Na última edição, os ganenses tiveram o melhor desempenho do continente e fizeram história, chegando às quartas de final da competição. Foram eliminados pelo Uruguai nos pênaltis, após uma partida emocionante.
Já a Argélia entrou em campo com clima muito tenso, precisando da vitória após perder por 3 a 2 para Burkina Faso em Uagadugu na última sexta-feira, sofrendo dois gols em pênaltis polêmicos.
Jogando diante da sua torcida, a seleção argelina acabou vencendo por 1 a 0, placar suficiente para garantir a classificação graças aos gols marcados fora de casa. O gol da vitória saiu aos 4 minutos do segundo tempo. Ghoulam cobrou falta de longe, Mostefa desviou de cabeça e a bola sobrou para Madjid Bougherra, que aproveitou falha da zaga de Burkina Faso para mandar.
Essa é a quarta participação da Argélia em  mundiais (1982, 1986, 2010).  ”Dedico esta classificação a todo o povo argelino, que sempre acreditou em mim. Merecemos a vaga”, comemorou o técnico da Argélia, Vahid Halilodzic.
Depois do apito final, milhares de pessoas saíram às ruas de Argel para comemorar a vitória. Antes da partida, uma confusão na entrada do estádio deixou cerca de 40 feridos. “Havia muita pressão em cima desta partida. Essa vitória foi para os 40 milhões de argelinos”, declarou o técnico auxiliar Noureddine Korichi.
FONTE: http://brazilafrica.com/noticias/africa-vem-ao-brasil-com-forca-total/

2 comentários:

  1. Show de bola, é mais do que na hora de termos uma seleção Africana na final da copa e seria um prazer assistir a isso.

    ResponderExcluir
  2. Estamos torcendo por isso. Forte abraço!

    ResponderExcluir