sábado, 2 de novembro de 2013

Enem 2013 tem questões sobre história da África

Um dos destaques da prova de história do Enem 2013 (Exame Nacional do Ensino Médio) foram as referências à história da África. Das 17 questões da disciplina, quatro abordaram temas da cultura afro-brasileira.
O tema é obrigatório nos currículos do ensino fundamental e médio desde 2003. Segundo a Lei nº 10.639, o conteúdo programático das escolas deve incluir "o estudo da história da África e dos africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à história do Brasil".
"O aumento da cobrança de história da África é uma tendência e serve para forçar as escolas a colocarem o tema no currículo", afirma Alex Barros, coordenador do curso pré-vestibular Poliedro.
Em uma das questões, o Enem abordou a representação da África em filmes americanos. Outras perguntas tratavam da herança cultural africana no Brasil e do apartheid.
Neste sábado (26), os 7,1 milhões de candidatos enfrentaram 90 questões de ciências humanas e ciências da natureza.
Na prova deste sábado, havia questões sobre reforma agrária, protestos na Europa em 2011 e território palestino. Entre as 45 questões de ciências humanas, havia uma pergunta sobre a reforma agrária que confrontava um excerto de um texto do MST (Movimento Sem Terra) prol reforma agrária e outro texto contrário e favorável à existência de latifúndios com agronegócio. A questão pedia para analisar as distintas visões sobre a reforma agrária.
Outra pergunta abordava a questão palestina e trazia um texto de jornal que citava o fato de que, quando se acessava um site de buscas da Cisjordânia, em vez de "territórios palestinos", o Google escrevia agora "Palestina" logo abaixo do seu logo.
FONTE: http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/10/26/enem-2013-tem-questoes-sobre-historia-da-africa.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário