segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Após polêmica, site de doações para a África leva nome de executiva

Justine Sacco foi demitida por tuíte racista em relação à África e Aids. ONG que arrecada fundos disse ter registrado aumento em doações.
Ao buscar o endereço www.justinesacco.com, o internauta é direcionado para uma página da Aid for Africa, um grupo sem fins lucrativos que têm registrado um grande aumento nas doações recebidas nos últimos dias.
Barbara Alison, diretora-executiva da organização, disse que desde o ocorrido o número de doações cresceu de três por dia para três por hora. A autoria da conexão entre as duas páginas é desconhecida.
Justine foi demitida de seu cargo como diretora de comunicações da InterActive Corp. (IAC) após publicar no Twitter uma mensagem considerada ofensiva e racista. “Estou indo para a África. Tomara que eu não pegue Aids. Brincadeira. Sou branca!”, dizia o texto.
A mensagem causou polêmica quase que instantaneamente, e ao chegar à África Justine já havia se tornado conhecida. O texto e a conta do Twitter foram apagados posteriormente. Ela acabou demitida da IAC, que empresa que controla sites como o Vimeo, Tinder, CollegeHumor e Dictionary.com, no sábado (21).
No domingo (22), ela publicou um comunicado no qual pedia desculpas, afirmando estar “envergonhada” por sua insensibilidade em relação às milhões de pessoas que vivem com o vírus.
“Palavras não podem expressar o quanto estou arrependida, e o quanto é necessário para mim pedir desculpas às pessoas da África do Sul, às quais eu ofendi com um tuíte desnecessário”, afirma o comunicado. “Há uma crise de Aids no país, sobre a qual lemos na América, mas não convivemos com ela continuamente. Infelizmente, é terrivelmente fácil errar sobre uma epidemia que nunca presenciamos.”
“Por ter sido insensível com essa crise – que não é determinada por raça, sexo ou orientação sexual, mas que atinge a todos – e às milhões de pessoas que vivem com o vírus, estou envergonhada”, afirmou a mulher. “Este é o país de meu pai, e eu nasci aqui. Eu cultivo meus laços com a África do Sul e minhas visitas frequentes, mas estou angustiada por saber que meus comentários causaram dor a tantas pessoas: meus parentes, amigos e colegas sul-africanos. Peço desculpas pela dor que causei.”

FONTE: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/12/apos-polemica-site-de-doacoes-para-africa-leva-nome-de-executiva.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário