sábado, 8 de fevereiro de 2014

Conheça o poderoso jovem africano que começou com apenas 14 dólares


Andrew Mupuya começou seu negócio com 14 dólares

O premiado empresário africano Andrew Mupuya tinha apenas 16 anos quando decidiu enfrentar o mundo. Isso foi em 2008, quando ambos os pais de Mupuya perderam seus empregos e ele só podia se dar ao luxo de cobrir suas despesas escolares. “Eu tive que começar a cumprir minhas necessidades básicas por mim mesmo”, lembra o empresário de Uganda. “Decidi enfrentar o mundo sozinho.” 
Inadvertidamente, o governo de Uganda veio em auxílio de Mupuya. Na época, as autoridades do país anunciaram que estavam considerando a proibição de sacolas plásticas para reduzir os danos ambientais. Mupuya, que ainda estava no Ensino Médio, imediatamente viu nisso uma oportunidade para abrir uma empresa de produção de sacos de papel.
“Eu realizei um estudo de viabilidade, pesquisa de mercado em torno de lojas de varejo, quiosques, supermercados de todo Kampala e descobri que há necessidade e potencial de mercado para sacos de papel.”
Como começou
Para começar sua pequena operação, Mupuya descobriu que precisava de um capital social de 36.000 xelins ugandeses (cerca de US$ 14 dólares). Ele levantou primeiro 11 dólares com a venda de 70 quilos de garrafas plásticas usadas, recolhidas ao longo de uma semana. Mupuya então pediu emprestado os outros US$ 3 dólares para um professor da escola e começou a produzir sacos de papel empresariais em pequena escala.
Além de empreender, Mupuya ainda protege o meio ambiente
Além de empreender, Mupuya ainda protege o meio ambiente
Desde então, a empresa tem crescido bastante e hoje, com 21 anos de idade, Mupuya é o proprietário da Juventude Empreendedora Ligação Investimentos (Yeli), a primeira empresa de Uganda registrada para fazer sacos de papel. O jovem empresário emprega 16 pessoas que produzem até 20.000 sacos de papel a cada semana. Sua longa lista de clientes inclui restaurantes, lojas, supermercados, centros médicos, bem como empresas multinacionais como a Samsung – Yeli fez cerca de 1.000 sacos de nicho para as lojas locais da empresa de eletrônicos.
“Agora eu tenho 72 clientes”, diz Mupuya. “90% dos nossos clientes sempre voltam”, revela ele, que além de viver da produção ainda protege o meio ambiente. ”O meu desejo é ter um aspirador na África para erradicar o uso de sacos de plástico reciclar papel. Meu sonho é fornecer sacos de papel em toda a África. Esse é só o começo.”
FONTE: http://www.revistaafro.com.br/poder/conheca-o-poderoso-jovem-africano-que-comecou-com-apenas-14-dolares/

Nenhum comentário:

Postar um comentário