sábado, 8 de março de 2014

EUA: Cantora lírica angolana fará parte do elenco da Ópera "I Pagliacci"

Nova Iorque - A soprano angolana Géssica Santos, que se encontra em Nova Iorque (EUA), para a gravação de um novo single, deverá fazer parte do elenco da Ópera "I Pagliacci".


CANTORA LÍRICA ANGOLANA, GÉSSICA SANTOS
FOTO: FOTO CEDIDA À ANGOP
A soprano angolana foi convidada pelo júri a integrar este importante elenco artístico após ter cantado a ária "Ave Maria" de Giuseppe Verdi, composta para a Ópera "Otello", uma exibição que lhe valeu a aprovação nas primeiras fases de selecção de candidatos devido a sua excelente voz e interpretação.
A apresentação aconteceu no sábado, no grande palco, em Brooklyn, quarteirão da Basílica Our Lady of Perpetual Help, na cidade de Nova Iorque.
Após um total de cinco exibições de avaliação que decorreram em Fevereiro e no princípio do mês em curso, Géssica Santos vai exibir-se para a referida Ópera nos dias 08 e 09 de Março.
"I Pagliacci" é uma Ópera italiana, com libretto e música composta por Ruggero Leoncavallo no ano de 1892.
As apresentações em que Géssica Santos tem participado são totalmente encenadas e acompanhadas por uma orquestra, sob a direcção do maestro americano Scott Jackson Wiley.
 Géssica Santos tem cantado em vários eventos de diversos países, com o principal objectivo de mostrar as potencialidades de Angola neste domínio.
A 27 de Março de 2013,  em Luanda, Géssica Santos lançou a sua primeira obra discográfica, intitulada "Momentos de Harmonia", de 11 músicas, maioritariamente árias e duetos de Ópera de Mozart, Puccini, Gnoud e Verdi, respectivamente.
O álbum inclui também as canções "Ich Liebe Dich" de Beethoven, "Paxi Ni Ngongo" de Bonga e "Bésame Mucho" de Consuelo Velazquez, cantadas com arranjos musicais feitos e orquestrados por Raimundo Santos.
Géssica Santos tem já em agenda a participação na Ópera "Cosi fan tutte", composta por Wolfgang Amageus Mozart, que será exibida no próximo mês, em Manhattan, igualmente nos Estados Unidos.
“Cosi fan tutte” é a antepenúltima Ópera de Wolfgang Amadeus Mozart, com libreto de Lorenzo da Ponte, cuja estréia teve lugar no Burgtheater no dia 26 de Janeiro de 1790.
Assistiram a exibição da soprano angolana, o Cônsul Geral de Angola em Nova Iorque, Adão Pinto, o representante da União Africana junto da ONU, embaixador Tete António, bem como diplomatas e membros da comunidade angolana residente na américa.

Fonte: http://www.portalangop.co.ao

Nenhum comentário:

Postar um comentário