sábado, 31 de janeiro de 2015

Professores e jornalistas negros de Brasilia discutem projetos com Embaixada dos EUA no Brasil

DSC_0250[1]

No dia 1 de janeiro de 2015 iniciou-se a Década de Afrodescendentes da ONU,  com o tema “Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”.
A Década será celebrada de 2015 a 2024 com o objetivo de reforçar o combate ao preconceito, à intolerância, à xenofobia e ao racismo.
A meta é definir uma atuação conjunta com os negros americanos para implementação de ações para a Década de Afrodescendentes. Inicialmente,  foi estabelecido o compromisso de definir uma rotina de trabalho com os  funcionários da embaixada dos EUA.
Na reunião estiveram os professores da UnB Mario Theodoro, Ivair Augusto Alves dos Santos, Nelson Inocêncio e Marcos Moreira; os jornalistas Fausto  José Barbosa e Sionei Leão; os africanos da Guiné Bissau Gaudêncio Pedro e Mouamar Dinis Sequeira e o professor e advogado Handemba Mutana Poli Santos.
Do lado dos americanos estiveram Walter Kerr, Adido Cultural,  M. Suzanne Archuleta, Primeira Secretária da Seção de Política, e Oscar Baez, Segundo Secretário da Seção Politica, responsável pela política para os afrodescendentes.
FONTE: https://ivairs.wordpress.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário