domingo, 22 de fevereiro de 2015

No Rio, Beija-Flor vence com 'Carnaval do ditador'

Escola faturou seu 13º título ao levar para a Sapucaí homenagem à África. Enredo foi financiado pela ditadura brutal da Guiné Equatorial


Com um enredo que saudou a Guiné Equatorial, a Beija-Flor venceu o Carnaval deste ano no Rio de Janeiro. Foi o 13º título da agremiação de Nilópolis, uma das mais tradicionais do Estado, que amargava um jejum de quatro anos sem vitória. Numa disputa apertada, a escola terminou com 239,9 pontos, três décimos à frente do Salgueiro (239,6). A Viradouro foi rebaixada para a divisão de acesso.
O desfile da Beija-Flor foi financiado, ao menos em parte, com dinheiro fornecido ou "arrecadado" pelo governo do ditador Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, há 35 anos no poder. O patrocínio por uma ditadura representa uma variação de outras formas condenáveis de custeamento da festa carnavalesca nos barracões das escolas de samba. 
O enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné EquatorialO enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné Equatorial
O enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné EquatorialO enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné Equatorial
O enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné EquatorialO enredo da Beija-Flor homenageia o país do continente africano, Guiné Equatorial

FONTE: http://veja.abril.com.br/noticia/entretenimento/no-rio-beija-flor-vence-com-carnaval-do-ditador

Nenhum comentário:

Postar um comentário