sábado, 7 de março de 2015

Aberto seletivo para curso de graduação em Estudos Africanos e afro-brasileiros



A Universidade Federal do Maranhão vai oferecer, a partir deste semestre, no Campus de São Luís, o curso de graduação Licenciatura Interdisciplinar em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros, o primeiro a ser criado no país. Já neste semestre será realizado processo seletivo especial para o preenchimento de 40 vagas no período noturno. O curso será presencial e terá duração de quatro anos.
O Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab) foi o proponente da criação da proposta e a realização do projeto foi coordenada pelo professor Carlos Benedito Rodrigues da Silva, pela professora Kátia Regis e pelo professor Marcelo Pagliosa (foto, da esquerda para a direita), com apoio do reitor Natalino Salgado. A implantação do curso coincide com a comemoração dos 30 anos do Neab e, segundo o docente Carlos Rodrigues, a proposta da licenciatura resulta de uma discussão da obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Africana no sistema educacional brasileiro. “Nós nos deparamos, ao longo deste processo, tanto com uma certa resistência na aplicação da lei, quanto com uma argumentação de que  não existem pessoas qualificadas para trabalhar com estes conteúdos. Por isso, foram feitos através dos núcleos de estudos afro-brasileiros de várias universidades do país alguns cursos de formação a nível de especialização, curso a distância, mas que ainda não preenchem esta lacuna”, afirmou.
Carlos Benedito diz ainda que, além de ser a primeira licenciatura presencial no Brasil que aborda esta temática, no cenário maranhense sua implantação se torna ainda mais importante pelo processo histórico do Estado. “O Maranhão é o terceiro estado brasileiro com percentual de população negra, de uma diversidade cultural muito grande herdada do continente africano, como do ponto de vista da religiosidade, da musicalidade, entre outros”, enumera.
O processo seletivo para os candidatos que desejarem concorrer a uma vaga será realizado em uma única fase, por meio de uma prova objetiva contendo 40 questões. O conteúdo programático é o mesmo utilizado no ENEM. Poderão candidatar-se todos que possuam certificado de conclusão de ensino médio ou equivalente, até a data de realização da matrícula.
As vagas serão distribuídas em três categorias: ampla concorrência, pessoa com deficiência e escola pública. A inscrição será efetuada somente via internet, no período de 02 a 16 de março de 2015, com os procedimentos seguintes: acessar o endereço eletrônico concursos.ufma.br e preencher o requerimento, depois o candidato deverá imprimir o boleto bancário e efetuar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 50 até o dia 17 de março próximo, em qualquer estabelecimento bancário. A taxa de isenção pode ser requerida até a próxima quinta-feira (5), conforme o edital
A divulgação do deferimento de inscrição do candidato estará disponível no endereço eletrônico concursos.ufma.br, a partir do dia 25 de março. As provas terão início às 9h do dia 19 de abril, com duração de 4 horas, em horário e local a ser divulgado posteriormente no portal da Universidade, a partir do dia 6 de abril. No próximo ano será mais uma das opções de graduações a serem ofertadas por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para mais informações confira o edital
FONTE: http://portais.ufma.br/PortalUfma/paginas/noticias/noticia.jsf?id=44762

Nenhum comentário:

Postar um comentário