sábado, 11 de julho de 2015

Mulher negra faz história no Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília




Luciana Cristina Campos defendeu a Dissertação de Mestrado sobre "Relações Brasil e Moçambique da desconfiança à cooperação (1975-1985)", considerada um dos melhores trabalhos dos últimos anos do Instituto de Relações Internacionais da UnB.

A defesa da dissertação de Mestrado de Luciana Cristina Campos foi na linha de pesquisa sobre Africa, ocorrida na sexta feira dia 3 de julho de 2015, no Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasilia. Foi recebida como um avanço nos estudos sobre Brasil e Moçambique.


A banca foi constituida pelos seguintes professores:
Prof. Dr. Pio Penna Filho, professor do IREL- UnB e orientador
Prof. Dr. Flávio Sombra Saraiva, diretor do IREL da UnB
Prof. Dr. Ivair Augusto Alves dos Santos do SOL da UnB

A banca considerou que a Mestre Luciana Cristina Campos apresentou um trabalho considerado de muita qualidade, e um dos melhores trabalhos acadêmicos apresentados nos últimos anos no IREL-UnB, a dissertação foi recomendada para publicação.

foto: da direita para a esquerda;
Ivair Augusto Alves dos Santos
Luciana Cristina Campos
Pio Penna Filho
Flavio Sombra Saraiva

FONTE: Agenda Africana

Nenhum comentário:

Postar um comentário