sábado, 24 de outubro de 2015

‘Política da Unesp para estudantes negros deve permitir cruzar o Atlântico’

Professor Dagoberto José Fonseca comenta as ações para estudantes negros brasileiros e africanos
O aumento da população negra nas universidades brasileiras é tema de conversa com o professor da Unesp em Araraquara, Dagoberto José Fonseca.
O professor comenta as ações para o ingresso e a permanência do negro, além das políticas de internacionalização que possibilitam o intercâmbio de alunos africanos. A Unesp, desde o início do século 21, tem aumentado a quantidade de estudantes africanos na instituição. Em 2004, cerca de 90 angolanos chegaram à Universidade, por meio de um convênio entre a Unesp/ Vunesp e a Fundação Eduardo dos Santos (FESA). Esse número tem aumentado ano após ano com estudantes oriundos de diversos países africanos na graduação e na pós-graduação dos diferentes cursos e áreas do conhecimento que a Unesp oferece aos seus estudantes.
No “Ponto de Contato”, dois estudantes africanos comentam sua participação nas atividades da Universidade. Você ainda vai conhecer a parceria da instituição com o Portal Áfricas para fomentar a troca cultural entre os continentes.
Professor Dagoberto José Fonseca

 FONTE: http://www.portalafricas.com.br/v1/politica-da-unesp-para-estudantes-negros-deve-permitir-cruzar-o-atlantico/?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário