domingo, 20 de dezembro de 2015

INAGBE: Estudantes finalistas desesperados com ultimato de expulsão por falta de pagament

Vários estudantes angolanos continuam em situação crítica por falta de cumprimento das cláusulas do contrato por parte do Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (INAGBE), com as universidades. O “grito de socorro” vem dos estudantes finalistas da cidade de St. Petersburg na Rússia, onde os mesmos receberam nesta segunda-feira (14), um ultimato de expulsão das respectivas universidades devido a falta de pagamento das proprinas (referente ao ano letivo 2015/16) e dos alojamentos por parte do orgão angolano.

UEA Petersburgo

Prestes a terminarem as suas licenciaturas e regressarem para a terra natal com o tão aclamado “canudo”, para darem o seu contributo para o desenvolvimento de Angola, os estudantes  finalistas dos cursos de Educação Fisica, Econimia, Geografia, Tecnológia de Informação, Gestão Empresarial e Psicológia, da Universidade estatal Pedagógica de Herzen em São Petersburgo, Rússia, estão a ser impedidos pela direcção desta instituição do ensino superior de frequentarem as salas de aulas e consequentemente despejados dos lares por falta de pagamento das propinas nas diferentes Faculdades desta mesma Universidade, por parte da instituição angolana que os tutela (INAGBE).
De acordo com alguns estudantes a situação é de desespero total, uma vez que têm tentado vezes sem conta contactar os responsaveis do INAGBE, mas sem sucesso.
“Temos procurado comunicar os nossos representes do sector estudantil, mas sem sucesso, por que estão incomunicaveis, tememos que passemos pelas mesmas condições lamentaveis e reprovaveis a todos os niveis que os nossos compatriotas, também estudantes bolseiros do INAGBE na vizinha Ucrânia têm vivido”, disseram os jovens.
Em função do momento que se avizinha (provas finais do primeiro semetre), os estudantes que encontram em estado de “amargura total” receberam um atenuante por parte das faculdades para terminarem os exames, mas reforçando que se até ao final de dezembro a situação não for regularizada os mesmos terão que ser deportados da Federação Russa á pouco mais de 5 meses de terminarem as licenciaturas.

“Recebemos um atenuante para terminarmos as mesmas, por que o periódo de provas de final de semestre começa dentro de dias, mas a direcção da Universudade reforçou se até, o final deste mês Dezembro o Governo Angolano representado pelo INAGBE, não cumprir com a sua parte “pagar os kilapes” seremos expulsos e deportados da Russia e uma vez que somos finalistas não poderemos defender os nossos trabalhos de final de curso, e o sonho de conseguir o tão esperado Canudo irá por água à baixo.”

FONTE: https://angorussia.com/comunidade/estudantes-finalistas-dezesperados-com-ultimato-de-expulsao-por-falta-de-pagamento-pelo/

Nenhum comentário:

Postar um comentário