quarta-feira, 28 de setembro de 2016

******** VERGONHA NACIONAL ******** PEDE-SE A RÁPIDA INTERVENÇÃO DO ESTADO ESTUDANTES GUINEENSES DORMIRAM NA RUA


Alunos Guineenses dormiram ao relento e reivindicam condições de habitabilidade
Alunos Guineenses a estudar na Escola Profissional Beira Agui­eira, em Penacova, dormiram ao relento de segunda-feira para ontem junto à Câmara de Penacova, acção de protesto que previam repetir de ontem para hoje em protesto «contra as péssimas condições de habitabilidade nas antigas enfermarias do Hospital Psiquiátrico do Mosteiro de Lorvão. São 46 alunos guineenses que se encontram a frequentar a Escola Profissional da Beira Aguieira desde 24 de Fevereiro ao abrigo de um protocolo entre o Governo português e a Guiné-Bissau. No entanto, a 7 de Abril, os jovens Africanos foram colocados na Escola Profissional da Régua mas, cerca de cinco meses depois, regressaram a Penacova, uma vez que se encontram inscritos na Escola Profissional da Beira Agueira, nos cursos de Informática, Gestão do Ambiente, Saúde, Cozinha, Pastelaria e Restaurante Bar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário